GAY BLOG BR by SCRUFF

Desde 2019, o carioca Danyel Nacymento (50) abriu mão da profissão de contador para prestar serviços nu, fazendo barba, cabelo, massagem e depilação em homens. Em março de 2021, em entrevista ao Gay Blog BR, Nacymento contou um pouco sobre sua relação com clientes e falou sobre planos de expansão para seu negócio: “Com certeza vou expandir assim que a galera já estiver vacinada, já tenho até um grupo de salas. Com certeza, todos estarão pelados, inclusive minha ideia é uma espécie de happy hour, pelo menos de 15 em 15 dias”.

Durante este tempo, Danyel se surpreendeu com o surgimento de concorrentes – fato que ele atribui ao alto índice de desemprego e, em alguns casos, a oportunidade de oferecer discretamente a profissão mais antiga do mundo. E, a partir deste cenário, Danyel decidiu deixar de ser o “barbeiro nu” para ser o “esteticista nu”.

foto
Danyel Nacymento em seu antigo espaço – crédito: acervo pessoal

Você não quer ser mais conhecido como “barbeiro nu”?

Não me importo em ainda ser conhecido como “barbeiro nu”, mas depois que comecei aqui no Rio, surgiram vários, em saunas e outros lugares reservados para suruba etc. O pessoal que já cortava cabelo perdeu o emprego por causa da pandemia, e ficaram sem opção, totalmente diferente da minha proposta que era realmente prestar um serviço diferenciado – e não por falta de opção ou com segundas intenções. Sou realmente naturista. E, como sou naturista, sempre sonhei em trabalhar nu. Agora, no meu negócio, posso realizar esse desejo que, diga-se de passagem, está sendo muito bem aceito. Só em divulgar no Instagram, estou fechando a agenda da semana na sexta-feira anterior.

Você acredita que muitos homens se aproveitaram desse título para tirar vantagem, muitas vezes sem ter inclusive a técnica de como se corta o cabelo ou barba?

Sim! Exatamente.

Então, na sua opinião, transformaram algo de teor nudista em uma mercantilização do sexo?

Alguns sim, mas não costumo julgar, cada sabe onde “o sapato aperta”.

foto
Danyel Nacymento em seu antigo espaço – crédito: acervo pessoal

Você fechou o espaço que você tinha?

Não. Apenas paralisei temporariamente porque a pandemia estava feia. Então, optei por preservar a minha saúde e dos meus clientes, que são inclusive fiéis ao meu trabalho. Alguns já viraram amigos de verdade. E, nesse intervalo todo, consegui comprar a minha própria sala, então, mais uma vez, estou com a proposta de uma prestação de serviço diferenciado, faço todos os procedimentos estéticos, mas sempre eu e o cliente nus.

foto
Novo espaço no Rio de Janeiro – crédito: acervo pessoal

Neste espaço não terá corte/barba para não ter essa associação com o termo “barbeiro nu”?

Poderá ter sim corte e barba, somente o foco atualmente é outro.

Você acha que o governo deveria incentivar autônomos?

Não! Acho que o governo deveria incentivar o trabalho formal, com carteira assinada, e como incentivo ao empregador, diminuir os encargos sobre a folha de pagamento. Autonomia deveria ser uma opção e não a única saída. Na minha empresa, se eu colocar algum colaborador, será com carteira assinada e todas as garantias trabalhistas.

Ex-contador faz sucesso como barbeiro naturista: “Não são só gays que eu atendo”

Join our community of 15+ million guys

Find guys looking for the same thing with SCRUFF Match. Volunteer to be a SCRUFF Venture Ambassador to help out guys visiting your home city. Search an up-to-date agenda of the top parties, prides, festivals and events. Upgrade your game with SCRUFF Pro and unlock 30+ advanced features. Download SCRUFF here.

1 COMENTÁRIO