Igreja evangélica vai participar da Parada do Orgulho LGBT em SC

Segundo um dos organizadores, a presença de uma igreja inclusiva no evento é importante para denunciar o preconceito e o discurso de ódio de outras igrejas

A igreja Apostólica Acolhidos por Cristo, de Florianópolis, anunciou que estará na Parada da Diversidade de Balneário Camboriú, programada pra o próximo domingo (18).

A igreja, criada há dois anos, é fruto de um projeto desenvolvido em 1998, segundo contou o presidente da entidade, pastor Jota Macedo, para o Diarinho. Anteriormente fiel da Assembleia de Deus, deixou a denominação por não concordar com o posicionamento contrário ao público LGBT e por reconhecer que seu próprio entendimento também estava errado, o que o levou a criar o projeto de uma igreja inclusiva. “Hoje nós acolhemos a todos sem nenhuma discriminação”, comenta.

Para pastor Jota Macedo, heterossexual, a tentativa de barrar o evento parte de algumas igrejas evangélicas igreja
Para pastor Jota Macedo, heterossexual, a tentativa de barrar o evento parte de algumas igrejas evangélicas

Jota Macedo, que é heterossexual, ressalta que aceita todas as orientações sexuais e que inclusive a igreja conta com pastores gays. A entidade participou da última edição da Parada da Diversidade, em Florianópolis e agora surgiu a ideia de apoiar o evento também em Balneário.

Parada de Balneário Camboriú gera embate entre prefeitura e Justiça

Pelo terceiro ano consecutivo, a parada do orgulho LGBT de Balneário Camboriú (SC) precisa da ajuda da Justiça para acontecer. O evento na cidade só aconteceu em 2014, 2016 e 2017 por força de mandado de segurança.

O Ministério Público de Santa Catarina ajuizou na tarde da última sexta-feira (9) um mandado de segurança porque a Prefeitura da cidade, famosa pelas suas praias, proibiu o evento, assim como nos anos anteriores.

O pastor diz que vem acompanhando a polêmica pelas redes sociais. “Essa tentativa de barrar a parada é impulsionada pelas igrejas. O governo está voltado pra maioria e se esquecendo das minorias. Nós, como igreja, repudiamos essa atitude”, dispara.

Parada LGBT+ de Balneário Camboriú será no dia 18 de novembro

Com informações de Diarinho e Exame