GAY BLOG BR by SCRUFF

Leona Vingativa foi homenageada durante o encerramento da terceira edição do “Festival de Cinema das Periferias da Amazônia – Telas em Movimento”, ocorrido no dia 30 abril, em Jurunas, sua cidade natal. As informações são do G1.

Leona Vingativa é homenageada com arte grafite no Jurunas, em Belém. — Foto: Divulgação / Suane Melo
Leona Vingativa é homenageada com arte grafite no Jurunas, em Belém. — Foto: Divulgação / Suane Melo
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução
Leona - Reprodução
Leona – Reprodução

Em seu Instagram, Vingativa agradeceu a arte em sua homenagem, dizendo ter se emocionado em ser reconhecida pelo bairro onde cresceu.

“Eu tô na luta desde 2009, quando lancei o primeiro vídeo da saga Leona Vingativa do lado da minha amiga Aleijada Hipócrita, e sem dúvidas dentre todas as homenagens que me fizeram nesses anos, a do Telas em Movimento foi uma das que mais fez meu coração disparar e me fez feliz. Foi lindo, foi emocionante, foi indescritível. Me ver pintada ali no meu bairro (OBRIGADA DEDEH POR ISSO), na esquina da minha casa, na rua em que tudo começou… eu só tenho gratidão por vocês todos que me seguiram e me seguem até aqui. É tudo por vocês! Não é fácil ser artista na nossa cidade, no nosso estado, então receber um reconhecimento desses do Festival de Cinema das Periferias da Amazônia enche meu coração de gratidão e alegria. OBRIGADA JURUNAS”, escreveu.

Leona ficou famosa na internet quando tinha cerca de dez anos, no final dos anos 2000, ao fazer paródias de novelas mexicanas para o seu canal no Youtube. Também viralizou ao falar seu nome artístico, ainda na pré-adolescência: “Meu nome é Nati Natini Natiê Lohanny Savic de Albuquerque Pampic de La Tustuane de Bolda, mais conhecida como Danusa Deise Medly Leona Meiry Cibele de Bolda de Gasparri. A mulher jamais falada. A menina jamais igualada. Conhecidíssima como a noite de Paris. Poderosíssima como a espada de um samurai. Eu sou apertada como uma bacia. Eu sou enxuta como uma melancia. Tenho dois filhozinhos, um zolhudinho, outro barrigudinho. Casei com o dono da Parmalat. Virei mamífera. Só mamo. Pertenço à família imperial brasileira Orleans e Bragança. Penetração difícil. Eu não sou a Graziele do corpo dourado, eu sou a Leona da cor do pecado.”




Únete a nuestra comunidad de más de 15 millones de chicos

Encuentra exactamente los chicos que te gustan usando los filtros de búsqueda poderosos de SCRUFF. Hazte Embajador SCRUFF Venture para ayudar a los miembros que vienen de visita a tu ciudad. Busca una agenda actualizada de los mejores festivales, fiestas, orgullos y eventos gay. Aumenta tus posibilidades con SCRUFF Pro y desbloquea más de 30 funciones avanzadas. Baja la app SCRUFF aquí.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"