GAY BLOG BR by SCRUFF

Um médico de Paraíso do Norte, pequena cidade do Paraná localizada a 516 quilômetros de Curitiba, Dorival Ricci Júnior (49), foi condenado pela justiça a ficar um ano, três meses e 22 dias de reclusão em regime aberto e pagar uma multa de R$ 13.332,00, além de uma indenização de R$ 30 mil por danos morais a uma cuidadora de idosos impedida de trabalhar em um hospital particular por ser lésbica.

Em nota, o médico disse que nunca praticou lesbofobia ou qualquer outro ato que a colocasse em situação vexatória. No entanto, o Ministério Público do Paraná comunica que o médico teria dito: “Não sei que espécie que é, se homem ou mulher, aqui não pode. Saia do meu hospital”, questionando também como a vítima conseguiu entrar na unidade de saúde.

A Promotoria de Justiça alegou que o médico “agindo dolosamente (com intenção de praticar o crime), ciente da ilicitude e reprovabilidade da conduta, imbuído de ânimo lesbofóbico”.

Médico bolsonarista é condenado por declarações lesbofóbicas a uma cuidadora de idosos
Reprodução

O juiz responsável pelo caso, Eldom Stevem Barbosa dos Santos, entendeu que “ao tempo que o acusado ofende diretamente a vítima, individualizada, deixa claro com as expressões empregadas que pretende a exclusão de todo um grupo de pessoas (mulheres lésbicas), de modo que a conduta ofende diretamente todo um conjunto de pessoas na mesma condição […]”.

Além do episódio lesbofóbico, o médico e uma enfermeira também foram denunciados por falsidade ideológica por terem, supostamente, fraudado documento particular da unidade de saúde a fim de justificar a retirada da vítima do hospital. Entretanto, a Justiça descartou essa acusação por ausência de provas.

O médico e o Hospital Paraíso emitiram uma nota afirmando que a decisão ainda cabe recurso, e que a sentença é contrária às provas que foram produzidas. Além disso, a nota diz que se solidariza à diversidade sexual e que não compactua com nenhum tipo de preconceito.

A denúncia foi apresentada no dia 11 de março, mas os crimes alegados ocorreram no dia 29 de janeiro de 2020.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"