Após Samuel Rosa defender a criminalização da homofobia, seguidor comete gafe hedionda com letra do Skank

Após gafe de fã, música "Pacato Cidadão" a tem maior procura dos últimos 13 anos. A média de busca pela canção do Skank cresceu 1900%.

Samuel Rosa, vocalista do Skank, postou uma imagem em seu Instagram defendendo a criminalização da LGBTfobia, que começou a ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na quarta (13). Um seguidor quis criticar o cantor, mas apenas passou vergonha ao rebater o seu posicionamento citando de forma errada a música Pacato Cidadão, lançada em 1994:

Para mim isso tudo é frescura. O Skank tem uma música por nome chamado Macaco Cidadão… Hoje você chamar a pessoa de macaco é crime. Então para mim isso tudo é frescura”. De forma polida, Samuel Rosa corrigiu o rapaz: PACATO cidadão. Por favor.

O diálogo foi suficiente para inflar a pesquisa sobre o hit (e render memes, claro). Desde novembro de 2005, não se pesquisava tanto sobre Pacato Cidadão no Google. Entre 24 de janeiro e a última quinta (14) a média de busca pela canção cresceu 1900%.