Tatá Werneck no Altas Horas para Laura Muller: ‘água de chuca é potável?’

Tatá Werneck, Cléo Pires, Naiara Azevedo, Rouge e Simony foram as convidadas da edição especial da semana do Dia Internacional da Mulher

No último sábado, o programa Altas Horas (Rede Globo) bateu seu recorde histórico de audiência, com média de 19 pontos na Grande São Paulo – a maior desde sua estreia. Sendo semana do Dia Internacional da Mulher, Serginho Groisman convidou apenas mulheres: Tatá Werneck, Cléo Pires, Naiara Azevedo, Rouge e Simony.

Laura Muller, em seu quadro, provavelmente teve a pergunta mais engraçada de todas as edições:

Cléo Pires, muito bem humorada, postou hoje em seu Twitter sua piada com a sexóloga:

SOBRE LAURA MULLER

Laura Müller começou sua carreira como esportista infanto-juvenil, atuando no Estado de Minas Gerais e depois, já em São Paulo, integrou a Seleção Paulista de Voleibol. Mais tarde, já como jornalista, atuou escrevendo nos jornais Folha de S.Paulo e Folha da Tarde. De lá, foi para a revista Claudia, onde atuou como editora de sexo e comportamento, o que a levou aos estudos de sexualidade. Interessada neste campo, decidiu cursar uma segunda faculdade, e formou-se em psicologia. Após concluir seu bacharelado, se especializou em educação sexual através de uma pós graduação.

Atualmente, tem um quadro no programa Altas Horas, de Serginho Groisman, na Rede Globo, no qual esclarece dúvidas sobre sexo, e escreve as colunas “Sexo sem segredo” e “Sexo sem neuras” para o jornal Agora São Paulo e o portal iG, respectivamente, além de uma outra na revista Dia-a-dia, do jornal Diário do Grande ABC. Antes disso, ela já havia escrito para várias publicações – como Nova, Capricho, Marie Claire, Elle, Veja, Nova Escola, Vip, Playboy, Um, Uma etc. – e colunas na internet (portal Terra, canais Jovem e Mulher e na Revista Brasil, que é feita para os brasileiros que moram em Portugal).

Seu primeiro livro, “500 perguntas sobre sexo”, a fez cair na mídia eletrônica, o que a levou a entrevistas em programas de rádio e TV, como Jô Soares, Ana Maria Braga e Marília Gabriela. Logo depois, lançou o livro “500 perguntas sobre sexo do adolescente” e mais recentemente “Altos papos sobre sexo – dos 12 aos 80 anos” (Editora Globo).