O youtuber francês Paul Cabannes intrigado com os pajubás; aperte o play:

GAY BLOG BR by SCRUFF

VEJA TAMBÉM: Outros vídeos de Paul Cabannes

Sobre Pajubá

Pajubá é o nome da linguagem popular constituída da inserção em língua portuguesa de numerosas palavras e expressões provenientes de línguas africanas ocidentais, muito usado pelo chamado povo do santo, praticantes de religiões afro-brasileiras como candomblé e umbanda, por mulheres transexuais e pela comunidade LGBT.

A linguagem é baseada em várias línguas africanas umbundo, kimbundo, kikongo, nagô, egbá, ewe, fon e iorubá, usadas inicialmente em terreiros de candomblé. Criado originalmente de forma espontânea em regiões de mais forte presença africana no Brasil, como terreiros de umbanda e candomblé, o dialeto resultante da assimilação de africanismos de uso corrente, por resultar incompreensível para quem não aprendesse previamente seus significados, passou a ser usada também como código entre travestis e posteriormente adotado por todas as comunidades LGBT, LGBTTTs e simpatizantes.

Tanto no candomblé como na comunidade LGBT, a palavra pajubá ou bajubá tem o significado de “fofoca”, “novidade”, “notícia”, referente a outras casas ou fato ocorrido (tanto de coisas boas, como de coisas ruins) nesses círculos.

Muitas vezes também dita como “falar na língua do santo” ou “enrolar a língua”, muito usado pelo povo do santo quando se quer dizer alguma coisa para que outras pessoas não entendam.

Leia também: Os bairros que melhor acolhem turistas gays no mundo.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

2 COMENTÁRIOS