A Disney precisa prestar a atenção no talento de Damares Alves, que ainda ocupa algum cargo no atual governo. Surgiu, na tarde deste sábado, um vídeo onde a pastora evangélica cria um belíssimo roteiro alternativo para Frozen. Numa espécie de spoiler, Damares diz que Elsa, a princesa que veste azul, fará um feat com Bela Adormecida.

“Agora a princesa de Frozer (sic) vai voltar para acordar a Bela Adormecida com um beijo gay. Isso é muito grave. Eu fui menina e sonhei em ser princesa. Eu sonhei com o meu príncipe encantado. A gente está abrindo uma brecha na cabecinha da menina de três anos para sonhar com princesa”, conta Damares, que também já viu Jesus na goiabeira quando pequena.

damares

Mestrado, mas no sentido bíblico

Damares Alves também desenvolve roteiros bastante criativos para a sua própria vida. A pastora se apresenta como Mestre em Educação, Mestre em Direito Constitucional e Mestre em Direito de Família. Tais títulos, segundo ela, são autorreconhecidos em razão de uma passagem bíblica Efésios 4:11 (“E Ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres”). Damares alegou: “nós, como pastores, recebemos o ministério de mestres dentro da perspectiva cristã.” Os títulos, que não foram concedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, também não são reconhecidos como formação profissional.

Sequestro de criança

Recentemente, integrantes da tribo indígena Kamayurá, no Xingu (Mato Grosso), contaram que Damares Alves havia tirado uma criança de seis anos da aldeia sob a alegação de que a levaria para um tratamento dentário. A criança vive com a pastora até hoje e é apresentada como filha. Por sua vez, Damares Alves admitiu em entrevista à Globo que a ‘adoção’ de Kajutiti (“Lulu”) Kamayurá jamais foi legalizada. A Época fez um reportagem o caso.

As 7 melhores asneiras ditas pela pastora escolhida para o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

1 COMENTÁRIO