GAY BLOG BR by SCRUFF

O meme “Buonasera Natasha” (“Boa noite, Natasha”, em italiano) ganhou repercussão no Twitter no começo deste ano. O vídeo que deu origem ao meme foi gravado no dia 31 de julho de 2011, quando Natasha Simoni desceu de um carro de luxo ao chegar para a festa de aniversário de Bambola Star, uma empresária que se mudou para a Itália há mais de vinte anos.

“Buonasera, Natasha” cumprimenta a repórter. “Buonasera, Katuxa”, responde Natasha. O trecho pode ser conferido a partir do segundo 20.

BAMBOLA STAR: TRAJETÓRIA DE SUCESSO E UM PASSADO TRISTE

A trans Bambola Star fugiu de uma aldeia no Acre aos 11 anos. A informação é de entrevista ao Extra: “Aos 11 anos, decidi deixar a floresta e procurar outro lugar para o meu destino. Foi uma decisão dolorosa, mas senti que tinha que viajar por essa estrada, não conseguia expressá-la vivendo na aldeia. Lá, eu não tive a oportunidade de estudar, não havia escola e eu era analfabeto. A partir do momento em que saí, viajei pelo Brasil em busca de estabilidade, até chegar no Rio de Janeiro” – lembra.

Star passou por muitas dificuldades no período em que ficou no Rio e acabou morando na rua. Eventualmente, uma trans viu a situação dela e a ajudou a ter uma melhor condição de vida. Até que aos 17 anos ela se muda para Roma, na Itália, e lá ela entrou para a indústria pornográfica e se prostituiu. Querendo mudar de vida, ela fundou a empresa Star Eventos, que promove concurso voltados para as trans, incluindo os concursos de “Miss Trans” na região da Toscana, onde vive atualmente. Hoje, ela é considerada uma das principais referências do universo LGBT na Itália.

Bambola Star também é conhecida por um outro meme, em que diz “Bom dia, Brasil; Boa tarde, Itália”.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO