GAY BLOG BR by SCRUFF

Após o apresentador do Alerta Nacional, Sikêra Jr, ter chamado os gays de “raça desgraçada” na edição do dia 25 de junho, três empresas resolveram cancelar contratos de patrocínios e anúncios. As informações foram apuradas pelo Notícias da TV.

Entre elas está construtora MRV, pertencente a Rubens Menin, dono da CNN Brasil, que comunicou nesta segunda-feira que não compactua com o posicionamento de Sikêra Jr.

“A MRV acredita na diversidade e não compactua com qualquer forma de preconceito. O programa Alerta Amazônia/Nacional já não faz mais parte dos nossos planos de mídia”, disse a MRV em nota.

Já a empresa de telefonia móvel, TIM, também emitiu uma nota explicando porque deixou de anunciar seus serviços no telejornal.

“Desde a semana passada, realizamos a suspensão da veiculação, que é automática pela plataforma de anúncio, nesse canal. Reforçamos que a TIM não está ligada a movimentos, nem compactua com disseminação de notícias falsas e discursos de ódio”, disse a empresa em nota.

A empresa de plano de saúde HapVida, que atua no Norte e Nordeste do Brasil, também suspendeu seu merchandising no programa.

“Não apoiamos forma alguma de preconceito, seja social, de credo, raça, gênero ou orientação sexual. No momento, suspendemos o patrocínio do Alerta Amazonas. Estamos sempre trabalhando por uma sociedade mais saudável”, informou em nota.

Sikêra Jr perde patrocinadores após dizer que gays são "raça desgraçada"
Reprodução

Os comentários do apresentador Sikêra Jr vieram para criticar a nova campanha do Burger King, em que crianças de diferentes idades são entrevistadas e explicam que é normal ver pessoas LGBTQIA+.

“A criançada está sendo usada”, disse o apresentador, “Um povo lacrador que não convence mais os adultos e agora vão usar as crianças. É uma lição de comunismo: vamos atacar a base, a base familiar, é isso que eles querem. Não vamos deixar”, continuou.

“Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento em que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança”, concluiu.

Sikera também foi bloqueado por uma semana no Youtube.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

2 COMENTÁRIOS