O público elegeu Rodrigo Hilbert como o vencedor da categoria “Kit Gay” do POC AWARDS 2019. A pergunta para essa categoria era: “Qual é a maior ameaça que converte héteros em gays?”. Entre as opções, estava Rodrigo (45%) competindo com os quadrinhos “censurados” da Marvel (34%) e com o delírio da existência da “mamadeira de piroca” nas pré-escolas durante o governo anterior ao de Bolsonaro (21%).

Hilbert, que chegou a ser apelidado por unanimidade nas redes sociais como “Homão da P0rra”, chegou a declarar a revista Glamour, em 2017, que todos os homens deveriam se vestir de drag queen pelo menos uma vez na vida. A declaração veio após o ator se vestir de drag para o programa Amor & Sexo da Rede Globo.

Foto: Reprodução

TRAJETÓRIA DE RODRIGO HILBERT

Rodrigo Hilbert nasceu no dia 22 de abril de 1980 e começou a trabalhar como modelo em 1996. Em 2002 estreou como ator na novela Desejos de Mulher e de lá para cá teve diversos papeis de destaque, incluindo Ronildo em Duas Caras, Felipe em Viver a Vida. Atualmente apresenta o programa Tempero de Família, no canal a cabo GNT, apresentando receitas caseiras.

Ele também atuou em três filmes, incluindo Irmãos de Fé, O Guerreiro Didi e a Ninja lili, e a Flordelis – Basta uma Palavra para mudar.

Foto: Reprodução

Quanto sua vida particular, em 2002 ele teve breves romances com as atrizes Mel Lisboa e Luana Piovani, porém seu primeiro namoro mais duradouro foi com a Fernanda Lima, iniciando em 2003 e terminando no final daquele ano. Logo em seguida, Hilbert começou a namorar a Juliana Paes, porém ele acabou retornando com Fernanda Lima em setembro de 2004 e ambos estão juntos até hoje.

Mesmo vivendo uma vida a dois e tendo três filhos, eles nunca se casaram legalmente, assinando um contrato de união estável em 2006.

Vale dizer que o ator ganhou o Meus Prêmios Nick na categoria gato do ano em 2009. Em 2014 ele foi indicado ao mesmo prêmio novamente, enquanto em 2016 ele foi indicado como melhor apresentador pelo Prêmio F5 pelo já citado Tempero de Família.

Os vencedores do POC AWARDS 2019!

POC AWARDS 2019

Confira os vencedores do POC AWARDS (alternativamente, veja a lista na revista Exame ou no Terra).

Prêmio do Júri – POC AWARDS 2019

POC DO ANO: Tarcis Duarte
ARTIVISTA DO ANO:Renata Carvalho
BOY MAGIA: Wanrley Cardoso, para 48 horas
QUE HINO: “Proibido o Carnaval” – Daniela Mercury e Caetano Veloso
MÚSICO POC BRASILEIRO: Renato Enoch, por “Recortes {b}”
PEGUE MEU DINHEIRO (publicidade):Shell – “De Causo em Causo”
UNICÓRNIO (startup): Jow Centro Automotivo
ATIVO 19 (iniciativa): Coordenação de Políticas para LGBTI da Prefeitura de SP

Menções Honrosas – POC AWARDS 2019

MANDA VÍDEO: Inritado, por Porta dos Fundos
GRANDE DIA: Criminalização da homotransfobia
ELAS QUE LUTAM (ativismo): Fábio Felix

Prêmio do Público – POC AWARDS 2019

POC DO ANO: Jesuíta Barbosa
CANCELAMENTO: “É a união de dois caras”
FANFIC (o pior enredo de ficção):Damares com “Frozer”
THE BOSH: Titi Müller com “a galera tá pedindo Anitta demais”
MELHOR AÇÃO PUBLICITÁRIA: Crivella promovendo a literatura LGBT+
GRANDE DIA:Radialista Luiz Gama demitido após comentário homofóbico
TEM LOCAL (turismo): San Francisco, promovido por SFTravel
O AUGE: Pabllo Vittar dando bronca nas colocadas em Salvador
ARTIVISTA: Laerte
BOY MAGIA:Max Souza, Mister Lins 2019
QUE HINO AmarElo” – Emicida, Majur e Pabllo Vittar
CHACOTA DO ANO: Eu mereci
MANDA VÍDEO (cinema): Bixa Travesty, por Linn da Quebrada, Kiko Goifman e Claudia Priscilla
MÚSICO POC BRASILEIRO: Jão
PEGUE MEU DINHEIRO (campanha):Governo da Bahia – “Aqui é Bahia, aqui é respeito”
INSULTO DO ANO: Cidadão de bem
UNICÓRNO (startup): Bicha da Justiça
ELAS QUE LUTAM (ativismo): David Miranda
ARTISTA DO ANO: Tabatha Aquino cantando Gloria Groove no metrô
ATIVO 19 (iniciativa do ano): Felipe Neto
CONTATINHO (plataforma de relacionamento): Grindr
AVANT GARDE (empreendedorismo): Suruba Beneficente, de Dedalos Bar
PERSONALIDADE DA MÍDIA:Kaíque Brito
KIT GAY (a maior ameaça que converte héteros em gay): Rodrigo Hilbert

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".