22.7 C
São Paulo
sábado, 19 outubro 2019
LOJA DAS POCS
Início Buscar

casa 1 - resultados da busca

Se você não gostou dos resultados, por favor, faça outra pesquisa
ANother Place

Levi’s faz parceria com Another Place para edição limitada em prol da Casa 1

Calças, jaquetas e camisetas na coleção especial da Another Place terão 100% do valor das vendas revertido para a instituição Casa 1
casa 1

Organizador da Casa 1 critica ‘mundo invertido’ de gestores da Parada SP

A Casa 1 quis participar oficialmente da Parada de São Paulo, mas teve negociações frustradas após entrar em contato com a organização do evento
Casamento Coletivo LGBT na cidade de São Paulo. Foto: Coordenação de Políticas para LGBTI de SP

Casamento Coletivo LGBT 2019 de SP será em novembro; inscrições estão abertas

Com essa ação afirmativa, a Coordenação de Políticas para LGBTI mostra para a população da cidade de São Paulo que o mais importante é fomentar a cultura do respeito
ambev

Ambev convoca ‘twittaço’ em prol da Casa1

Para cada tweet com a hastag #OrgulhoDaMinhaHistoria, 1 real será doado para a ONG
A 45ª edição da Casa de Criadores acontece na Praça da Artes, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura

Confira o line-up da 45ª Casa de Criadores | Julho 2019

A 45ª edição da Casa de Criadores acontece na Praça da Artes, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura
ana paula salão trans

Expulsa de casa aos 15 anos por ser trans e sobrevivendo de sobras no...

No final da quarta-feira, 29 de maio, viralizou uma foto postada por Tatiana Van Campo, proprietária do salão "Clínica das Loiras". "Hoje, nosso dia foi...
Liniker e os Caramelows abrem o ano na Casa Natura Musical, sexta, 18 de janeiro

Liniker e os Caramelows abrem o ano na Casa Natura Musical, sexta, 18 de...

2019 começa com shows imperdíveis na Casa Natura Musical
Primeira edição do Casamento Igualitário promovido pela prefeitura de SP. Foto: Agência Estado

Casamento Coletivo Igualitário de São Paulo reunirá 31 casais nesta terça-feira

A Coordenação de Políticas para LGBT da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania promove pela segunda vez o Casamento Coletivo Igualitário em São Paulo
Festa Castro em edição no Shopping Light

Festa Castro faz sua primeira edição de 2018 na Casa das Caldeiras (SP)

A festa contará com um line up voltado para algumas vertentes da música eletrônica, como house, deep & tropical, sem esquecer, é claro, dos hits clássicos do pop.
Judiciário e Grupo Gay de Alagoas promovem casamento coletivo LGBT na próxima segunda

Judiciário de Alagoas promove casamento coletivo LGBT+ na próxima segunda (11)

Poder Judiciário de Alagoas e Grupo Gay de Alagoas promovem o segundo casamento coletivo LGBT na próxima segunda-feira, dia 11
Acre

Pela primeira vez, Acre oficializará a união de 14 casais LGBT+ em casamento coletivo

Casais que não tinham condições de arcar com os custos da união participaram do projeto. Cerimônia ocorre no Palácio do Comércio, em Rio Branco, no Acre

Cinemona: Casa1 apresenta curtas com temáticas gays

Cinemona apresenta curtas Felipe Cabral neste domingo, em São Paulo, na Casa1: Sobre o diretor dos curtas, Felipe Cabral Formado em jornalismo pela PUC-Rio, Felipe Cabral envereda...

Brandon Flynn e Miles Heizer, de ’13 Reasons Why’, interpretam casal gay em filme

Os atores de "13 Reasons Why" têm cena de beijo em "Home Movie", que documenta um casal apaixonado frente à natureza homofóbica da sociedade
Festival Mix Brasil divulga filme de abertura; evento começa em 13 de novembro

Festival Mix Brasil divulga filme de abertura; evento começa em 13 de novembro

Longa francês "Retrato de Uma Jovem em Chamas", dirigido por Céline Sciamma, foi escolhido para ser exibido na abertura do 27º Festival Mix Brasil
R:Evolution Party acontece dia 12 de outubro no Armazém Utopia (RJ)

R:Evolution Party acontece dia 12 de outubro no Armazém Utopia (RJ)

Festa eletrônica LGBT comemora 18 anos com edição especial no Rio
O processo de guarda e pensão alimentícia para casais homoafetivos

O processo de guarda e pensão alimentícia para casais homoafetivos

Paulo Eduardo Akiyama explica um pouco sobre os direitos e deveres de um relacionamento homoafetivo
filme

1 filme pra cada letra “LGBTQIA+”

A sigla "LGBT" surgiu nos anos noventa, nos Estados Unidos, visando incluir um número maior de pessoas que não necessariamente se enquadravam como "gays",...
2 ANOS DA FESTA LUNÁTICA

Festa Lunática, que só acontece em noites de lua cheia, comemora 2 anos na...

Virginiana, a Festa Lunática promete muitos hits na pista até o amanhecer. Nas pick-ups, os DJs Adipe Neto, Caio Guip, Camila Cornelsen e Marco Seppi
Time do Bárbaros ergue o troféu de campeão no futebol

Bárbaros e Thunders Brazil são os grandes campeões da 1ª True Colors Cup

Evento esportivo LGBT+ aconteceu neste final de semana em São Paulo e reuniu 32 times jogando vôlei e futebol
Pais que formam uma família por meio da adoção de crianças muitas vezes têm dúvidas em relação aos direitos que o filho adotivo terá a partir da oficialização de todo o processo. Isso inclui, também, questões sobre a obtenção da cidadania italiana caso algum dos pais tenha vínculo com familiares vindos da Itália que imigraram para o Brasil. Especialista em processos de cidadania italiana para brasileiros, o Dr. Domenico Morra, advogado italiano que chefia o departamento jurídico na Itália da RSDV & Avv. Domenico Morra – Cidadania Italiana, afirma que esta é, ainda, uma dúvida frequente de pessoas que o procuram para a dupla cidadania, inclusive casais homoafetivos, tendo em vista que a legislação difere de país para país. “Não são poucos os casais que chegam para iniciar o processo de cidadania italiana com esses questionamentos”, revela o advogado italiano. De acordo com Domenico Morra, a norma brasileira que dispõe sobre os requisitos para a adoção de crianças e adolescentes (Lei nº 13.509/2017) dá ampla segurança jurídica aos pais tanto aqui como na Itália. “Como no Brasil o processo legal de adoção tem como documentação lavrar uma nova certidão de nascimento para os filhos adotivos, transformando os pais adotivos em pais de direito com respaldo na Lei brasileira, então toda a requisição de dupla cidadania também é válida na Itália mediante essa nova certidão”, explica o especialista. Processo de cidadania para filhos adotivos Pouca gente sabe, mas é possível obter a cidadania italiana por meio da adoção. A cidadania italiana por adoção não se baseia no conceito do jus sanguinis, que é o direito de sangue, porque, nesse caso, o filho não é biológico. Existe uma certa burocracia que deve ser superada para o reconhecimento, mas de todo modo, a notícia é boa: é possível fazer. Como ainda existe distinção na lei, é importante dizer que os tribunais italianos têm dado passos significativos para o reconhecimento da adoção por casais homoafetivos. Recentemente, a Suprema Corte di Cassazione decidiu que uma sentença estrangeira de adoção completa por um casal, cujo casamento foi registrado na Itália, pode ser reconhecida. Sendo assim, um casal homoafetivo de cidadãos estrangeiros casado no Brasil e com filho(a) adotivo(a) registrado oficialmente no País pode ter o reconhecimento de sua cidadania italiana, seguindo os trâmites legais. “O sistema jurídico italiano reconhecerá o casamento e a adoção, uma vez que ambos não são atos contrários à ordem pública e que, em qualquer caso, no que diz respeito à adoção, é uma questão de dar status legal a uma relação afetiva agora criada entre a criança e pai social, tendo os melhores interesses da criança como um ponto de referência”, explica Morra. 1) Para menores de idade (no momento da sentença de adoção) Por lei, o processo de adoção precisa ser feito por meio de sentença judicial, ou seja, é necessário que o pedido de adoção seja feito perante a um juiz e ele deve aprovar o processo de adoção por sentença. Sendo assim, para o reconhecimento da cidadania italiana, é necessário que essa sentença que homologou a adoção no Brasil seja também homologada na Itália. Para isso, é necessário entrar com uma ação judicial na Itália. Somente após a homologação na Itália é que o adotado pode dar início ao processo de reconhecimento da cidadania italiana. Vale dizer que, para que seja possível, os pais do adotado já precisam ser italianos reconhecidos, portanto o caminho será esse: após os pais se tornarem italianos, é realizada a homologação da adoção do filho na Itália, para depois haver o reconhecimento do filho como cidadão italiano. DICA: Se os pais não fizerem a cidadania antes da homologação da adoção, a ação será julgada improcedente, ou seja, o requerente perderá tempo e dinheiro. 2) Para maiores de idade (no momento da sentença de adoção) Se a adoção se deu por sentença judicial brasileira quando o adotado já tinha mais de 18 anos, será da mesma forma necessário homologar a sentença na Itália. Há, no entanto, aqui, mais um obstáculo a ser superado: neste caso não há o reconhecimento da cidadania italiana, mas, sim, a naturalização somente após (i) a homologação da sentença e (ii) cinco anos de residência legal na Itália. 3) Adoção sem sentença Foi muito difundido no Brasil, no passado, o registro do filho diretamente no cartório de registro civil pelos pais, como se seu filho biológico fosse. O procedimento era adotado para evitar o longo processo de adoção, visando o bem-estar da criança, mas ainda assim, sob o ponto de vista jurídico, o ato é ilegal. Para esses casos de adoção sem sentença, a menos que o adotado se declare assim em algum momento do processo, o reconhecimento da cidadania pode ser feito como jus sanguinis, sendo possível ser feito administrativamente. Isso porque o registro é idêntico ao de um filho biológico e é praticamente impossível para os consulados e/ou comune identificarem tal fato. No entanto, se em algum momento após o reconhecimento administrativo a autoridade local descobrir que o filho foi reconhecido italiano por meio de fraude (sem sentença judicial), a cidadania na Itália pode ser cancelada e os envolvidos ainda responderem a um processo criminal. Por essa razão, não é recomendável a terceira hipótese de adoção. Processo de cidadania dos pais ou filhos maiores de idade Agora, se nenhum dos pais tiver o reconhecimento da cidadania italiana ou mesmo o filho adotivo já for maior de idade, então terão que passar pelo processo habitual de dupla cidadania. Como explica o Dr. Domenico Morra, atualmente é possível obter a cidadania de três formas: pela Comune (processos por residência) na Itália, onde o processo é administrativo; por meio do Consulado italiano no Brasil; ou pela via da Justiça local, quando individual ou coletivamente é movida uma ação judicial junto ao tribunal em Roma, na Itália. Segundo o advogado italiano, que há cerca de dez anos atua com os processos de reconhecimento a partir do Brasil de brasileiros como cidadãos italianos, a via judicial, hoje, é a que apresenta mais garantias contra as fraudes recém-descobertas pela Justiça italiana. Porém o especialista faz um alerta: “como qualquer ação, o processo estará baseado nos documentos apresentados pelo requerente para a análise do juiz competente, que poderá deferir ou indeferir o pedido”, ressalta. Se a documentação estiver correta e o grau de parentesco for legitimado, o juiz decide de forma favorável. “Quando a ação judicial na Itália for considerada transitada em julgado, ou seja, com decisão final, o brasileiro terá a homologação oficial expedida por um juízo, o que torna o processo irrevogável, conferindo maior segurança do que os outros meios”, esclarece. Para iniciar o processo via Justiça, o requerente deve juntar o máximo de documentos possíveis – certidões de nascimento, de casamento, etc. – do antenato (ascendente) italiano/a da família. “É importante frisar que o governo da Itália não exige um grau mínimo de parentesco entre o requerente brasileiro e o antenato”, explica o especialista. Desta forma, brasileiros que possuem avós, bisavós, tataravós ou outros parentes consanguíneos na “árvore genealógica” reconhecidamente nascidos na Itália estão aptos a serem considerados cidadãos do país. Porém, há alguns casos em que a cidadania não é permitida. “Se o parente vindo da Itália para o Brasil tiver obtido naturalização brasileira antes do nascimento do primeiro filho, automaticamente os requerentes não poderão ser reconhecidos como italianos na linha familiar para fins de dupla cidadania”. Depois da juntada das certidões – do ascendente italiano e dos requerentes –, a documentação é enviada para um advogado na Itália. Como representante legal, ele irá mover a ação judicial no tribunal de Roma, aguardando a apreciação do juiz. De acordo com o Dr. Morra, não existe tempo para a ação ser julgada. “Hoje, em média, os processos enviados do Brasil e abertos na Itália têm levado de 12 a 18 meses para obter a sentença transitada em julgado”, diz. Após a decisão, será necessário esperar de três a quatro meses para que a Comune transcreva a acórdão para homologar o requerente como cidadão italiano. “Pode-se afirmar que o processo todo, da ação judicial ao documento em mãos que permite tirar o passaporte italiano, leva em média, atualmente, de 21 a 24 meses”, finaliza o especialista Dr. Domenico Morra, advogado italiano que chefia o departamento jurídico na Itália da RSDV & Avv. Domenico Morra – Cidadania Italiana.

Filhos adotados por casais gays têm direito à dupla cidadania italiana

A informação é do Dr. Domenico Morra, advogado italiano que chefia o departamento jurídico na Itália da RSDV
Parada do Rio de Janeiro em 2018. Foto: Scruff

Programação de Paradas do Orgulho LGBT+ do segundo semestre de 2019 | SCRUFF

O app SCRUFF fez um calendário com as principais Paradas do Orgulho LGBT+ no Brasil e no mundo. Salve este link, a matéria está em constante atualização!
Lei Maria da Penha pode ser aplicada a casais LGBT+?

Lei Maria da Penha pode ser aplicada a casais LGBT+?

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) divulga nota afirmando que é possível a analogia com a Lei Maria da Penha para casais do mesmo sexo
Dédalos Cruising bar faz promoção para homens casados

Bar gay de São Paulo faz promoção para homens casados

O cruising bar Dédalos, em São Paulo, está fazendo uma promoção para homens casados que curtem sexo com brothers "no sigilo". Na "Quinta Sem...
Outras 12 mulheres ou bandas formadas por mulheres serão selecionadas para entrarem na casa e gravarem seus singles Inscrições poderão ser feitas online até dia 28 de agosto

Spotify vai selecionar 12 cantoras ou bandas formadas por mulheres para gravarem singles

Inscrições para "Casa de Música Escuta as Minas" do Spotify poderão ser feitas online até dia 28 de agosto

‘The Sims’ destaca, pela primeira vez, casal de lésbicas na capa do jogo

A EA Games anunciou que o game 'The Sims' terá uma atualização completa, com adições e revisões estéticas no pipeline.
Festival Bananada anuncia primeiras atrações para 2019 em Goiânia

Festival Bananada 2019 levará Liniker, Jaloo e Mateus Carrilho a Goiás

Com diversos palcos em sua arena principal e ações especiais durante toda a semana em múltiplos espaços culturais de Goiânia, evento mantém extensa programação durante sete dias de festa
Quais são as técnicas de reprodução assistida para casais homossexuais?

Quais são as técnicas de reprodução assistida para casais homossexuais?

A seguir conheça os métodos de reprodução assistida para casais gays - e quando cada um pode ser utilizado.
Emicida, Majur e Pabllo Vittar se apresentam no MTV MIAW 2019

Emicida, Majur e Pabllo Vittar se apresentam no MTV MIAW 2019

Apresentado por Samsung Galaxy A, o 'MTV MIAW' celebra a diversidade e reconhece os verdadeiros ícones da geração atual
Confira a ordem dos trios da Parda LGBT de São Paulo | 2019

Confira a ordem dos trios da Parada LGBT de São Paulo | 2019

Reunimos a ordem dos trios da 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Confira a programação de eventos neste link. 23 de junho –...
semáforos

Semáforos da Av. Paulista têm bonecos de casais gays

Os semáforos de pedestres da Avenida Paulista ganharam sinalização estilizada em homenagem à 23ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo que acontece neste domingo (23). Os...
117,391FãsCurtir
36,282SeguidoresSeguir
6,294SeguidoresSeguir
22,000InscritosInscrever
cargill

Cargill abre vagas de emprego para pessoas trans em Uberlândia

As oportunidades disponíveis são para profissionais das áreas de recursos humanos, departamento fiscal, comércio exterior e logística.

Fui vítima de homofobia, sim | Eliseu Neto

Entre as recordações motivadas pelo Dia das Crianças, Eliseu Neto relembra que pode haver homofobia antes mesmo de um gay existir
Jornalista Tarcis Duarte rebate comentário homofóbico ao vivaço

Jornalista Tarcis Duarte rebate comentário homofóbico ao vivaço

O apresentador Tarcis Duarte rebate comentário homofóbico ao vivo na Record de Minas Gerais e diz que acionará a Justiça
MIS homenageia Da Vinci com experiências imersivas e interativas

MIS Experience homenageia Leonardo da Vinci em novembro

Um novo espaço cultural do Governo do Estado, o MIS Experience, será aberto ao público a partir do dia 2 de novembro com a exposição...
Festival Mix Brasil divulga filme de abertura; evento começa em 13 de novembro

Festival Mix Brasil divulga filme de abertura; evento começa em 13 de novembro

Longa francês "Retrato de Uma Jovem em Chamas", dirigido por Céline Sciamma, foi escolhido para ser exibido na abertura do 27º Festival Mix Brasil
Mauro de Sousa quer investir em conteúdos LGBTs

Turma da Mônica ganhará histórias LGBT+

Em uma entrevista ao jornal Extra, o filho de Maurício de Sousa, Mauro, disse que muito em breve, as revistas da Turma da Mônica...
36,3k Seguidores
Seguir